solução de impacto

A cidade de Utrecht, na Holanda, já foi citada aqui no InovaSocial como uma das melhores cidades do mundo para bicicletas e também como a cidade que abriga um dos endereços da Instock, uma rede de restaurantes que tem apenas sobras de alimentos em seu menu. Hoje, vamos falar de Utrecht com um exemplo de design inteligente pensado para ser uma solução de impacto para um problema que está cada vez mais sendo discutido mundo afora: o risco de extinção global das abelhas e outros insetos.

Na cidade, os tetos de centenas de pontos de ônibus foram recentemente cobertos por plantas chamadas sedum – um tipo de suculenta. Além de fazer com os pontos de ônibus fiquem muito mais bonitos, a objetivo principal desse projeto é criar novos habitats para as abelhas e borboletas no meio da cidade.

Na Holanda, assim como em outras partes do mundo, as populações de insetos caíram muito nas últimas duas décadas; em uma reserva natural, o número de alguns insetos caiu pela metade.

Dentro de um cenário em que muitos insetos estão correndo risco de extinção, adicionar vegetação em cidades pavimentadas pode não resolver completamente o problema, mas a biodiversidade urbana pode ser uma espécie de ajuda extra em meio a várias outras soluções que precisam ser tomadas em todos os ambientes.

E os tetos verdes possuem mais benefícios. As fortes chuvas estão se tornando mais comuns devido à mudança climática, e esse espaço verde extra pode ajudar a absorver parte da água, evitando inundações. Durante as ondas de calor, a vegetação tem um efeito de resfriamento (a Holanda, como muitos outros lugares ao redor do mundo, quebrou recordes de calor em julho). Além disso, o tipo de planta utilizado no projeto captura pequenas partículas de poeira, ajudando a melhorar a qualidade do ar.

O projeto surge como uma proposta de proporcionar aos habitantes e ao meio ambiente uma “vida urbana saudável”. As plantas precisam de pouca manutenção, apenas um pouco de fertilizante na primavera e uma poda no outono. Agora, elas estão presentes em 316 pontos espalhados pela cidade, enquanto 96 outros pontos de ônibus têm painéis solares.

Essa é uma ideia que pode ser seguida não só em espaços públicos, mas também no telhado de residências. É uma forma de aproveitar um espaço urbano que, de outra forma, não seria utilizado.

A cidade também oferece incentivos aos proprietários que desejam instalar telhados verdes em suas casas. Utrecht é uma cidade que segue trabalhando para proporcionar uma melhor infra-estrutura urbana em todos os aspectos: na estação central de trem, por exemplo, a maior garagem de bicicletas do mundo está quase completa, com espaço para 12.500 bicicletas.

 

 

12 de agosto de 2019

UTRECHT, NA HOLANDA, CRIA NOVOS HABITATS PARA ABELHAS E BORBOLETAS EM CIMA DE PONTOS DE ÔNIBUS

A cidade de Utrecht, na Holanda, já foi citada aqui no InovaSocial como uma das melhores cidades do mundo para bicicletas e também como a cidade que abriga um dos endereços da Instock, uma rede de restaurantes que tem apenas sobras de alimentos em seu menu. Hoje, vamos falar de Utrecht com um […]