impacto social

No último sábado (02), a Estação Espacial Internacional recebeu uma recicladora que irá transformar resíduos plásticos em matéria-prima para a impressora 3D do local. Desenvolvida pela Made In Space, em parceria com a Braskem, o projeto audacioso é “a primeira operação comercial de reciclagem de plástico na história das missões espaciais”, segundo comunicado das empresas envolvidas.

O objetivo é ampliar ainda mais a autonomia e a sustentabilidade das missões espaciais, facilitando o cotidiano dos astronautas, que poderão transformar os resíduos plásticos em novos itens. A tecnologia utilizada para que a recicladora opere em gravidade zero foi desenvolvida pela Made in Space e passou por extensos testes desde 2016. Como processo de reciclagem, o equipamento irá moer os resíduos plásticos, fundi-los e produzir um novo filamento do mesmo polímero. Na sequência, este filamento poderá ser utilizado na impressora 3D para a manufatura de novos objetos. O processo de reciclagem é automatizado e requer intervenção mínima da equipe de astronautas.

“A recicladora em órbita poderá contribuir, por exemplo, com reposição de peças danificadas e produção de ferramentas sob demanda. Dessa forma, é possível fechar o ciclo do plástico na Estação Espacial, reduzindo a dependência de matérias-primas enviadas a partir da Terra”, explica Fabiana Quiroga, diretora de Economia Circular da Braskem na América Latina.

No espaço, reciclagem a todo vapor. No Brasil, um longo caminho para os resíduos

Segundo o relatório “Solucionar a Poluição Plástica – Transparência e Responsabilização”, da WWF, o Brasil é o quarto maior produtor de lixo plástico do mundo, superado apenas por EUA, Índia e China. Infelizmente o cenário não é dos melhores e o país recicla apenas 1.28% das 11.4 milhões de toneladas de resíduos plásticos gerado todos os anos. Isso é algo bem abaixo da média global que, segundo a WWF, é de 9%.

A boa notícia é que temos muitos brasileiros lutando para reverter esse cenário. Na última segunda (04), o 15º Prêmio Empreendedor Social consagrou como grande vencedor da edição Henrique Guilherme Brammer Jr., engenheiro de materiais e fundador da Boomera, empresa especializada em reciclagem de resíduos e criadora da metodologia CircularPack®, que transforma o lixo em uma linha de produtos com causa, através de tecnologia, design e cooperativas de catadores, e inserindo as empresas na Economia Circular.

A história da empresa é uma aula de empreendedorismo social. Atuando com mais de 200 cooperativas e mais de 6 mil catadores, fez  a empresa, segundo a Gazeta do Povo, saltar “”de um faturamento de R$ 6 milhões em 2016 para 40 milhões no último ano. Para 2019, a perspectiva é que este número fique entre R$ 60 e R$ 70 milhões.”

Entre seus trabalhos, a Boomera já transformou resíduos plásticos dos oceanos em embalagem para a Positiva, marca de produtos de limpeza 100% naturais, veganos e biodegradáveis, comprando resíduos de cooperativas parceiras no litoral paulista e transformando em uma nova matéria-prima plástica, e em embalagens para a marca SOU, da Natura, onde o produto final é composto por 3 diferentes tipos de plásticos reciclado e transformados em resina plástica, que podem ser aplicadas em 12 tipos diferentes de novos produtos.

Durante a premiação, Brammer afirmou: “Dedico meu prêmio aos cooperados, que estão representados no carioca aqui e que têm a sua vida transformada através do lixo (…) Hoje são milhares de pessoas que vivem disso com sorriso no rosto. A gente sai impactado com o que essas pessoas conseguem com tão pouco, e que ajudam literalmente a limpar esse país”.

__

Créditos: Imagem Destaque –  Rawpixel.com/Shutterstock

6 de novembro de 2019

DO ESPAÇO ATÉ O BRASIL: IMPACTO SOCIAL NA RECICLAGEM DE RESÍDUOS PLÁSTICOS

No último sábado (02), a Estação Espacial Internacional recebeu uma recicladora que irá transformar resíduos plásticos em matéria-prima para a impressora 3D do local. Desenvolvida pela Made In Space, em parceria com a Braskem, o projeto audacioso é “a primeira operação comercial de reciclagem de plástico na história das missões […]
23 de outubro de 2019

TED TALKS: COMO INVESTIR EM IMPACTO SOCIAL

Quando falamos sobre investimento social, estamos falando sobre investimento em pessoas, seja direta ou indiretamente. Hoje, você confere nossa seleção especial de TED Talks com ótimos e práticos conselhos sobre como investir de forma responsável com foco em impacto social. Frances Frei: Como construir (e reconstruir) confiança Confiança é a base de […]
3 de setembro de 2019

Por uma ‘casa’ bem arrumada

Nosso gestor publicou novo artigo na Aupa – Jornalismo em Negócios de Impacto Social sobre a importância de empreendedores sociais cuidarem da gestão interna e administrativa dos seus negócios de impacto.   Clique aqui e confira.  
27 de agosto de 2019

Nova série da Aupa – Jornalismo em Negócios de Impacto Social

Nova série da Aupa – Jornalismo em Negócios de Impacto Social traz a jornada dura das organizações intermediárias do campo de negócios de impacto. Somos parceiros desta iniciativa. Clique aqui e assista.
19 de julho de 2019

Dinheiro para causar impacto social – 1 Papo Reto

ma das queixas recorrentes das ONGs e dos empreendedores que atuam com projetos de impacto social, especialmente na base da pirâmide, é a falta de recursos. Na verdade, dinheiro disponível existe. Uma prova disso é que os brasileiros possuem R$ 800 bilhões depositados em contas de cadernetas de poupança. A […]
16 de julho de 2019

Aplicação de impacto social para todos os bolsos

Plataforma de empréstimo coletivo foi destaque no Jornal O Globo desta segunda. Parceria Instituto Sabin e SITAWI