campanha

facebook_seguidores-F2

Para incentivar a participação do público online em ações de sustentabilidade, o Laboratório Sabin, em parceria com o Instituto Sabin, lança a Campanha “Quem curte o Sabin, curte o planeta”. Nessa iniciativa, o Laboratório irá plantar 5 mil árvores, uma para cada pessoa em sua fanpage. Juntas, as árvores plantadas irão reflorestar uma área de 3,4 hectares e retirar da atmosfera cerca de 510 toneladas de CO2, entre os anos de 2013 a 2028. As 23 espécies cultivadas são típicas do cerrado e entre elas estão: angico, aroeira brava, urucum, ingá doce, araçá, cedro, amburana e árvores frutíferas.

Em seu Sistema de Gestão Ambiental, o Laboratório Sabin busca atender requisitos como a prevenção da poluição, redução do impacto de seus processos e controle de resíduos. O Laboratório é signatário do Pacto Global, que busca promover um negócio sustentável em todas as esferas. Além disso, o laboratório tem seu sistema de gestão ambiental certificado segundo os requisitos da norma ISO 14001: 2004, que atesta a gestão ambiental da empresa.

O plantio das 5 mil árvores será realizado na área de preservação permanente na Bacia do Descoberto, em Brazlândia (DF), e no Parque Olhos D’Água, na Asa Norte (DF). Um engenheiro florestal acompanhará todo o procedimento, que terá sistemática e período apropriados, vistoria e replantio das mudas que não vingarem. Um plantio simbólico será realizado no parque Olhos D’Água no dia 1º de março.

A ação também conta com o apoio da Cooperativa Trilha Mundos. No Twitter, a campanha vai promover a hashtag #PlanteUmaÁrvore.

Para curtir essa ideia, acesse www.facebook.com/laboratorio.sabin.

21 de fevereiro de 2013

Laboratório Sabin lança a campanha “Quem curte o Sabin, curte o planeta”

Ação ambiental irá plantar 5 mil árvores, uma para cada fã que curtir a página da empresa no Facebook
30 de junho de 2010

FAO lança no Brasil campanha ‘1billionhungry’

A FAO estima que a produção agrícola global precise aumentar em 70% para alimentar uma população estimada em nove bilhões de pessoas em 2050. Se o mundo continuar no mesmo ritmo de redução da fome, o Objetivo de Desenvolvimento do Milênio de reduzir pela metade o percentual de pessoas com fome até 2015 não será alcançado. Da cerca de um bilhão de pessoas com fome, 642 milhões vivem na Ásia e no Pacífico, 265 milhões na África Subsaariana, 53 milhões na América Latina e Caribe, 42 no Oriente Médio e norte da África e 15 milhões em países desenvolvidos.