MICROMOBILIDADE: SPIN EXPANDE PARA A EUROPA E PATINETES DA UBER CHEGAM A SÃO PAULO

A Ford segue a caminhada na sua transformação de montadora automotiva, para uma empresa especializada em mobilidade. Na última quarta-feira (04), a empresa americana anunciou o início da expansão internacional da Spin, empresa de microbilidade que adquiriu em 2008 e a primeira a oferecer um serviço autorizado de patinetes elétricos compartilhados nos Estados Unidos. A empresa começará a operar na Alemanha no segundo trimestre deste ano, com planos de entrar — no futuro próximo — também na França e no Reino Unido.

Nos Estados Unidos, a Spin já atua em mais de 60 cidades e 25 universidades, oferecendo, nas palavras da empresa, “uma alternativa de locomoção acessível e confiável para as comunidades.” Segundo a Ford, “a Spin também trabalha com empresas privadas e grupos para criar uma solução de transporte que atenda às reais necessidades e desafios de cada cidade e comunidade.”

“Acreditamos que a integração com a comunidade é essencial para o nosso sucesso no longo prazo. Por isso, temos times locais para ouvir as pessoas nas comunidades, colhendo suas opiniões para podermos oferecer o melhor serviço possível”, diz Euwyn Poon, cofundador e presidente da Spin. “No ano passado, aumentamos em 600% o número de cidades em que operamos nos EUA. Agora, queremos trabalhar em parceria com cidades e universidades de toda a Europa para oferecer um serviço seguro, agradável e contínuo.”


Leia também: Pesquisa mostra que a maioria dos usuários de apps de transporte consideram desistir de seus carros futuramente (leia aqui)


Desde que foi integrada ao grupo Ford, em novembro de 2018, a empresa de micromobilidade ampliou seu time de 24 para mais de 600 empregados e tem buscado a expansão em novos mercados, como uma solução de transporte sustentável que permita às pessoas se mover com facilidade no trânsito urbano. No início do ano, a empresa anunciou um plano de investimento em projetos de produto e infraestrutura de patinetes compartilhados, incluindo a instalação de centenas de pontos de recarga nos EUA.

“Estamos empolgados em alcançar esse grande marco para nossa empresa”, disse Derrick Ko, cofundador e CEO da Spin. “Como a empresa que criou a primeira estrutura de regulamentação para a micromobilidade compartilhada, esperamos trabalhar com nossos parceiros na Europa para moldar o futuro desse setor.”

No Brasil: Uber estreia serviço de patinetes em São Paulo

Enquanto a Ford visa a expansão inicial para a Europa, a Uber anunciou na última segunda-feira (02), a estreia do serviço de compartilhamento de patinetes elétricos. A marca recebeu autorização da prefeitura de São Paulo no fim de janeiro, mas restava acertar detalhes para o funcionamento do serviço, que já estava disponível na cidade de Santos (SP). No entanto, por enquanto, os patinetes da Uber estarão disponíveis apenas nos bairros do Itaim Bibi, Jardim Luzitânia, Moema, Vila Nova Conceição e Vila Olímpia; e — pelo menos nesta fase inicial — não há cobrança de desbloqueio do patinete e o usuário pagará somente pelo uso do equipamento (R$ 0,90 por minuto).