Ludoteca Hospital Regional de Taguatinga

O Instituto Sabin entregou hoje (16), em parceria com o Programa de Atenção e Atendimento às Vítimas da Violência (PAV), mais uma ludoteca. Dessa vez são os médicos e demais profissionais da área de saúde do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) que passam a contar com o auxílio dos brinquedos e equipamentos da ludoteca para o tratamento de crianças e adolescentes vítimas de violência.

Entre os brinquedos disponíveis está uma casinha que é muito utilizada nesses diagnósticos, onde é possível mostrar a dinâmica familiar e tem os prováveis locais onde a violência pode ter ocorrido, além das pessoas que poderão estar envolvidas. A casinha pode representar ainda creche, escola ou outro ambiente freqüentado pela criança.

O encaminhamento das crianças, supostamente vítimas de agressão ou maus tratos, é feito por meio da Notificação de Agravos e Violências. Este é um documento que pode ser preenchido por qualquer profissional de saúde que observe sinais evidentes ou prováveis de violência.

Alguns desses sinais podem ser simples mudanças de comportamento ou de hábitos como medo excessivo de pessoas, sono perturbado, comer em excesso ou deixar de comer, choro e agressividade. Sinais físicos de agressão ou negligência costumam ser falsamente atribuídos a quedas ou situações improváveis que o profissional está apto a reconhecer e encaminhar.