O Instituto Sabin inaugurou hoje (13), em parceria com o Programa de Atenção e Atendimento às Vítimas da Violência (PAV) a ludoteca do Hospital Regional de Ceilândia (HRC). Agora médicos e profissionais da área de saúde passam a contar com o auxílio dos brinquedos e equipamentos da ludoteca no trabalho de atendimento de crianças vítimas de violência.

O material de apoio é composto de família de bonecos sexuados representando pessoas de diversas raças, idades e profissões, uma casinha com ambientes semelhantes a uma casa real, brinquedos diversos, além de materiais pedagógicos. Todos os objetos ajudam as vítimas de violências a expressar sua visão e interpretação do que lhes teria acontecido.

A equipe especificamente capacitada promove o manuseio dos objetos de tal maneira que a vítima seja estimulada a desabafar e contar o que passou.

Segundo os especialistas, por medo da conveniência diária ou por não saberem descrever os fatos, muitas vítimas absorvem a violência, que se tornam permanentes e muitas vezes serão pessoas violentas. No entanto, com o ambiente lúdico, elas dizem a verdade, brincando.