FAO lança no Brasil campanha ‘1billionhungry’

A campanha “1billionhungry” (um bilhão com fome, na tradução literal) será lançada amanhã (01), na XVII Reunião Plenária do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), em Brasília. O representante Regional da FAO para a América Latina e Caribe, José Graziano da Silva estará no Brasil e fará apresentação da campanha.

Além dos conselheiros do Consea, uma delegação de 40 conselheiros de segurança alimentar da América Latina e Caribe participará da atividade.

Entenda – A campanha “1billionhungry” usa imagens e mensagens fortes para chamar atenção para o problema e pedir um basta à fome. Um dos destaques é o vídeo promocional estrelado pelo ator britânico Jeremy Irons, no qual ele interpreta um personagem baseado na famosa cena do filme Rede de Intrigas (Network).

Uma petição on-line pede que os governos façam da erradicação da fome sua principal prioridade. E que as pessoas fiquem indignadas com o fato que cerca de um bilhão de pessoas no mundo viva com fome.O símbolo da campanha é um apito amarelo. A idéia é encorajar as pessoas a apitar contra a fome. “Deveríamos estar furiosos com o vergonhoso fato que seres humanos ainda sofram de fome”, disse o diretor-geral da FAO, Jacques Diouf. “Se você também se sente assim, quero que você dê voz à sua raiva. Todos vocês, ricos e pobres, jovens e idosos, em países em desenvolvimento e desenvolvidos, devem expressar sua raiva sobre a fome mundial assinando a petição global¿, acrescentou Diouf.

Outros eventos de lançamento da campanha “1billionhungry” estão sendo organizados em diversas cidades do mundo, como Roma (Itália), Yokohama (Japão) e Paris (França).

A FAO estima que a produção agrícola global precise aumentar em 70% para alimentar uma população estimada em nove bilhões de pessoas em 2050. Se o mundo continuar no mesmo ritmo de redução da fome, o Objetivo de Desenvolvimento do Milênio de reduzir pela metade o percentual de pessoas com fome até 2015 não será alcançado. Da cerca de um bilhão de pessoas com fome, 642 milhões vivem na Ásia e no Pacífico, 265 milhões na África Subsaariana, 53 milhões na América Latina e Caribe, 42 no Oriente Médio e norte da África e 15 milhões em países desenvolvidos.