Ludotecas

 

 

No que concerne às crianças e adolescentes, a Organização Mundial de Saúde (OMS) define a violência que envolve este segmento como todas as formas de maus-tratos emocionais e/ou físicos, abuso sexual, negligência ou tratamento negligente, comercial ou outras formas de exploração, com possibilidade de resultar em danos potenciais ou reais à saúde das crianças, sobrevivência, desenvolvimento ou dignidade no contexto de uma relação de responsabilidade, confiança ou poder.

Ainda no que diz respeito à violência, considerada na atualidade como um dos graves problemas de saúde pública, o trabalho em rede se configura uma exigência, o qual deve ocorrer de forma articulada entre as organizações envolvidas, a fim de negociar e partilhar recursos de acordo com os interesses e necessidades coletivos, cujas decisões devem ser adotadas de forma horizontal nos princípios de igualdade, democracia, cooperação e solidariedade.

Percebendo uma demanda bastante reprimida de espaços de acolhimento lúdicos voltados para o atendimento, escuta e oitiva de crianças e adolescentes, foi criado em 2008 o Projeto Ludoteca, visando proporcionar uma melhoria nos atendimentos realizados na rede pública - áreas de saúde, justiça, assistência social e segurança pública - voltados a crianças e adolescentes em situação de violência.

A Ludoteca é composta por um conjunto de jogos, livros e recursos pedagógicos e lúdicos com finalidade de potencializar e facilitar o trabalho do profissional que atende na ponta.

Os recursos lúdicos auxiliam as vítimas a expressar o trauma vivenciado, mas é de extrema importância que a equipe de profissionais especializados (psicólogos, assistentes sociais, médicos, enfermeiros, agentes de polícia, servidores do judiciário) acompanhem o manuseio dos objetos, interações e reações do paciente, de tal maneira que a vítima se sinta segura e confortável para iniciar o diálogo.

Com a criação da Lei 11.431 de 2017 que normatiza e organiza o sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência, o programa Ludoteca vem para agregar valor à escuta e depoimento especial, bem como no acolhimento e atendimento contínuo de jovens vítimas de violência, tal como citado abaixo:
Art. 12

II - é assegurada à criança ou ao adolescente a livre narrativa sobre a situação de violência, podendo o profissional especializado intervir quando necessário, utilizando técnicas que permitam a elucidação dos fatos;

Art. 14. As políticas implementadas nos sistemas de justiça, segurança pública, assistência social, educação e saúde deverão adotar ações articuladas, coordenadas e efetivas voltadas ao acolhimento e ao atendimento integral às vítimas de violência.

II - capacitação interdisciplinar continuada, preferencialmente conjunta, dos profissionais;

Desde 2008, mais de 110 Ludotecas já foram implantadas em mais de 15 estados do Brasil, fruto de parcerias estratégicas com órgãos municipais e estaduais que ofertam serviços gratuitos à comunidade.

Em 2017, comemorando 11 anos do projeto Ludoteca, um estudo detalhado foi sobre o impacto da implantação das salas lúdicas foi realizado, atestando os benefícios gerados com a doação dos materiais, tanto para profissionais quanto para assistidos.

A partir do resultado de impacto, o projeto se transformou em um grande programa, iniciou sua segunda fase de atuação: oferta de capacitações gratuitas e continuadas (presencial e EAD) em formato de: oficinas técnicas com teoria e prática com certificação, vídeos informativos e seminários nacionais.

parallax background
 

Embora saibamos da importância do brincar, as ferramentas disponíveis na Ludoteca têm finalidade terapêutica. Elas auxiliarão a criança a expor seus conflitos de maneira mais branda e sutil, facilitando a abordagem dos profissionais nas situações mais complexas.

 

    Implantações    

Conheça nossas Ludotecas implementadas

2008

2009 / 2010 / 2011

2012

2013

2014

  • CREAS - MG
  • Hospital Martagão Gesteira - BA
  • CREAS - GO

2015

2016

2017

  • CREAS Prourbis - AM
  • Pró-Vítima – Ceilândia - DF
  • CREAS - BA
  • CREAS - BA
  • Pró-Vítima – Paranoá - BA
  • Nucria - PR
  • CREAS II - SP
  • CREAS - SP

2018

  • Fórum de Águas Lindas de Goiás - GO
  • CREAS - GO
  • CREAS Sul - AM
  • Palácio da Justiça Rondon Pacheco - MG
  • 33ª Delegacia de Polícia - DF
  • CREAS - MG
  • CREAS - GO
  • CREAS – BOCA da Mata - BA
  • CREAS - BA

  • Casa Abrigo - DF
  • CREAS - TO
  • 29ª Delegacia de Polícia - DF
  • CREAS - SP
  • Palácio da Justiça Rondon Pacheco - MG
  • CREAS II - SP
  • 24ª Delegacia de Polícia - DF
  • Hospital da Mulher (Salvador) - BA
  • Hospital Regional de Paraíso do Tocantins - TO

2019

  • 26ª Delegacia de Polícia de Samambaia - DF
  • CREAS - MS
  • Hospital Das Clínicas - SP
  • CREAS Ilha - SC
  • NUCRIA - PR

  • CREAS - MG
  • CREAS - SP
  • Centro 18 de Maio - DF
  • CREAS - SC

2020

    Vídeos complementares    

Nossa especialista apresenta diversos temas acerca da ludoteca como: metodologias, atendimento e acolhimento e o impacto da violência na vida de crianças e adolescentes.

Abuso Sexual Contra Crianças e Adolescentes

Violência Intrafamiliar

Ludoteca Sabin Tendência Atualizadora

Ludoteca Sabin - Cuidando do Cuidador

Oficinas de Capacitação Técnica

O que é uma Ludoteca?

Nova Lei 13 431/17

18 de maio

Escuta Especializada