Notícias

A cada dia, 73 casos de violência contra crianças e adolescentes são registrados pelo Disque 100, serviço da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. De janeiro a junho deste ano, o órgão contabilizou 13 mil denúncias. O dado foi divulgado nesta terça (06) e corresponde ao balanço das ocorrências relatadas por telefone ou e-mail.

A média diária dos primeiros seis meses de 2010 se aproxima da registrada ao longo de 2009, quando foram notificadas em torno de 82 denúncias/dia. A Secretaria de Direitos Humanos destaca que uma única denúncia pode conter mais de um tipo de violência e mais de uma vítima. Em todo o ano de 2009, o número de casos relatados chegou a 29.756.

Para o registro, são considerados três tipos de violência: negligência; violência física e psicológica e violência sexual. Esta última é o tipo mais frequente e corresponde a 36% de todas as denúncias. Ataques físicos e psicológicos respondem por 35% dos registros e negligência (que inclui abandono ou maus cuidados), 29%.

Entre os tipos de violência sexual relatados ao Disque 100, o mais recorrente é o abuso sexual (65,12%), seguido de exploração sexual (33,90%), pornografia (0,62%) e tráfico de crianças e adolescentes (0,35%). Nesses casos, as meninas são predominantemente o alvo. Elas correspondem a 80% das vítimas de exploração e pornografia, 77% das que sofrem com tráfico de crianças e adolescentes e 79% das atingidas pelo abuso sexual.

A região Nordeste foi a que mais ofereceu denúncias ao serviço, registrando mais de 5 mil casos. Ela é seguida pelas regiões Sudeste (4.288), Sul (1.554), Centro-Oeste (1.152) e, por último, pela região Norte (1.139). Essa ordem se mantém se considerada a média de denúncias verificada entre 2003 e 2009, com a diferença de que a região Centro-Oeste, anteriormente, estava atrás da região Norte.

O Disque 100 é um serviço que recebe, encaminha e monitora denúncias de violência contra crianças e adolescentes vindas de todos os estados brasileiros. Os relatos podem ser feitos por meio de ligação gratuita para o número 100, e do exterior, através do número telefônico pago 55 61 3212.8400. A partir de 2008, além das ligações, o serviço passou a dispor do endereço eletrônico: disquedenuncia@sedh.gov.br e receber retorno das denúncias por meio de uma área de monitoramento – monitoramento100@sedh.gov.br.

Fonte: UOL

6 de julho de 2010

Disque 100 recebe 73 denúncias de abuso contra criança por dia

Entre os tipos de violência sexual relatados ao Disque 100, o mais recorrente é o abuso sexual (65,12%), seguido de exploração sexual (33,90%), pornografia (0,62%) e tráfico de crianças e adolescentes (0,35%). Nesses casos, as meninas são predominantemente o alvo. Elas correspondem a 80% das vítimas de exploração e pornografia, 77% das que sofrem com tráfico de crianças e adolescentes e 79% das atingidas pelo abuso sexual.
30 de junho de 2010

Preservativos produzidos em Xapuri, no Acre, vão para a África do Sul

Todas os preservativos destinados à distribuição foram produzidas no Brasil, na primeira fábrica do mundo a utilizar látex nativo, a Natex, localizada no município de Xapuri (AC). A atividade conta com apoio das organizações não governamentais Bridges of Hope - que atua na área de Aids em mais de 70 países - e da WakeUp - especializada em montar redes sociais de jovens em locais de eventos esportivos ao redor do mundo.
30 de junho de 2010

FAO lança no Brasil campanha ‘1billionhungry’

A FAO estima que a produção agrícola global precise aumentar em 70% para alimentar uma população estimada em nove bilhões de pessoas em 2050. Se o mundo continuar no mesmo ritmo de redução da fome, o Objetivo de Desenvolvimento do Milênio de reduzir pela metade o percentual de pessoas com fome até 2015 não será alcançado. Da cerca de um bilhão de pessoas com fome, 642 milhões vivem na Ásia e no Pacífico, 265 milhões na África Subsaariana, 53 milhões na América Latina e Caribe, 42 no Oriente Médio e norte da África e 15 milhões em países desenvolvidos.
30 de junho de 2010

Pesquisa Nacional de Vitimização

Pela primeira vez, o Governo Federal fará uma pesquisa nacional para identificar as condições de vida, os fatores de risco e as percepções de segurança da população brasileira.
23 de junho de 2010

Estudo mostra que universitários usam mais drogas do que a população em geral

Mais de 60% dos entrevistados tinham consumido álcool nos últimos 30 dias (entre a população em geral o índice é de 38,3%) e 25,9% usaram drogas ilícitas (na população o índice é de 4,5%).
16 de junho de 2010

Ceaids/DF participa de encontro nacional em Brasilia

Simpósio em Brasília reúne as principais lideranças dos Conselhos Empresariais DST/Aids. O Ceaids/DF foi representado pela presidente, Sandra Costa, que falou sobre as atividades desenvolvidas e sobre o engajamento dos empresários desde o início da epidemia da Aids.